segunda-feira, 26 de março de 2012

231 e 232 - Questões Período Regencial


O gabarito será postado na semana que vem.

PERÍODO REGENCIAL
1)      Ufsc/2009
Em 2008 a colônia japonesa no Brasil comemorou seu centenário em terras brasileiras.
Em relação aos imigrantes japoneses no Brasil, é CORRETO afirmar que:
(01) chegaram ao Brasil em 1908, numa época em que o governo brasileiro se empenhava  na política de valorização do café e no estímulo à imigração.
(02) os  imigrantes  japoneses  fixaram-se  majoritariamente  no  estado  de  São  Paulo, dedicando-se principalmente à indústria, que dava seus primeiros passos e necessitava de mão-de-obra especializada.
(04) o primeiro grupo de imigrantes japoneses desembarcou no porto de Santos, iniciando sua vida econômica no Brasil em atividades essencialmente agrícolas.
(08) passados cem anos após o início da imigração japonesa no Brasil, verifica-se o caminho contrário. Muitos brasileiros, descendentes de japoneses, emigraram para o Japão, pois os laços familiares favorecem a sua fixação naquele país.
(16) os  japoneses  radicados  no  Brasil, mesmo  sendo oriundos de um dos países que formavam o "eixo" durante a IIa Guerra Mundial, não tiveram qualquer problema, assim como os alemães e italianos, por exemplo, durante a política nacionalizadora de Getúlio Vargas.
(32) a  imigração  japonesa  favoreceu  de  modo  especial  a  instalação  da  indústria automobilística no Brasil, com montadoras tais como Honda e Toyota.
Soma: ___________

2)      Ufc/2009
O Ato Adicional, decretado no período das regências no Brasil pela Lei n¡. 16, de 12 de agosto de 1834, estabeleceu algumas modificações na Constituição de 1824. Acerca dessas alterações, assinale a alternativa correta.
a) O Conselho de Estado foi reorganizado para que fosse possível conter os conflitos provinciais.
b) Os presidentes provinciais passaram a ser eleitos e a ter o poder de aprovar leis e resoluções referentes ao controle dos impostos.
c) O estabelecimento da Regência Una, ao invés da Regência Trina, significou a eleição de um único regente, com mandato até a maioridade de D. Pedro II.
d) As assembléias legislativas provinciais foram criadas para proporcionar autonomia política e administrativa às províncias no intuito de atender às demandas locais.
e) A Corte, com sede no Rio de Janeiro, por meio da aliança entre progressistas e regressistas, continuou centralizando as ações em defesa da Constituição de 1824.

3)      Fuvest/2009
"Nossas instituições vacilam, o cidadão vive receoso, assustado; o governo consome o tempo em vãs recomendações... O vulcão da anarquia ameaça devorar o Império: aplicai a tempo o remédio."            Padre Antonio Feijó, em 1836.
Essa reflexão pode ser explicada como uma reação à:
a) revogação da Constituição de 1824, que fornecia os instrumentos adequados à manutenção da ordem.
b) intervenção armada brasileira na Argentina, que causou grandes distúrbios nas fronteiras.
c) disputa pelo poder entre São Paulo, centro econômico importante, e Rio de Janeiro, sede do governo.
d) crise decorrente do declínio da produção cafeeira, que produziu descontentamento entre proprietários rurais.
e) eclosão de rebeliões regionais, entre elas, a Cabanagem no Pará e a Farroupilha no sul do país.

4)      Ufrgs/2008
Considere as seguintes afirmações sobre o processo histórico da Guerra dos Farrapos.
I - A oposição de estancieiros e charqueadores ao Império foi motivada pela elevada tributação do charque gaúcho e da importação de sal, que beneficiava a importação do charque platino.
II - O poderio militar dos farroupilhas, sustentado pelos armamentos provenientes dos Estados Unidos, foi demonstrado ao Império nos combates de Fanfa, Batovi e Porongos.
III - A Paz de Poncho Verde, em 1845, permitiu ao Império o apoio militar da Província e o uso de seu território como base de operações para enfrentar os conflitos com o Prata, que se avizinhavam.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas I e II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

5)      Unicamp/2007
“Iniciada como conflito entre facções da elite local, a Cabanagem, no Pará (1835-1840), aos poucos fugiu ao controle e tornou-se uma rebelião popular. A revolta paraense atemorizou até mesmo liberais como Evaristo da Veiga. Para ele, tratava-se de gentalha, crápula, massas brutas. Em outras revoltas, o conflito entre elites não transbordava para o povo. Tratava-se, em geral, de províncias em que era mais sólido o sistema da grande agricultura e da grande pecuária. Neste caso está a revolta Farroupilha, no Rio Grande do Sul, que durou de 1835 a 1845”.
          (Adaptado de José Murilo de Carvalho. "A construção da ordem: a elite imperial. Teatro de sombras: a política imperial". Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. p. 252-253.)
a) Segundo o texto, o que diferenciava a Cabanagem da Farroupilha?
b) Quais os significados das revoltas provinciais para a consolidação do modelo político imperial?
c) O que levava as elites agricultoras e pecuaristas a se rebelarem contra o poder central do Império?

6)      Unesp/2007
Sobre as revoltas do Período Regencial (1831-1840), é correto afirmar que:
a) indicavam o descontentamento de diferentes setores sociais com as medidas de cunho liberal e antiescravista dos regentes, expressas no Ato Adicional.
b) algumas, como a Farroupilha (RS) e a Cabanagem (PA), foram organizadas pelas elites locais e não conseguiram mobilizar as camadas mais pobres e os escravos.
c) provocavam a crise da Guarda Nacional, espécie de milícia que atuou como poder militar da Independência do país até o início do Segundo Reinado.
d) a Revolta dos Malês (BA) e a Balaiada (MA) foram as únicas que colocaram em risco a ordem estabelecida, sendo sufocadas pelo Duque de Caxias.
e) expressavam o grau de instabilidade política que se seguiu à abdicação, o fortalecimento das tendências federalistas e a mobilização de diferentes setores sociais.

7)      Ufpi/2007
Leia o texto a seguir.
"As revoltas do período regencial não se enquadram em uma moldura única. Elas tinham a ver com as dificuldades da vida cotidiana e as incertezas da organização política, mas cada uma delas resultou de realidades específicas, provinciais ou locais".(Boris Fausto. "História do Brasil". São Paulo: EDUSP, 2001, p.164)
A partir desse texto e dos seus conhecimentos, assinale a alternativa correta sobre a Balaiada no Piauí.
a) Iniciou-se em Pernambuco e atingiu o Piauí em virtude das disputas entre as elites das duas províncias.
b) Caracterizou-se por uma forte presença de grandes proprietários rurais que exigiam o retorno do imperador D. Pedro I.
c) Foi um movimento dos criadores de gado e grandes comerciantes em defesa do federalismo, da república e do fim da escravidão.
d) Foi uma revolta organizada por pequenos produtores rurais em defesa da religião católica, que julgavam ameaçada pelo protestantismo.
e) Envolveu muitos elementos provenientes das classes populares e teve como uma das causas a insatisfação da população com o recrutamento militar obrigatório.

8)      Unifesp/2007
Como elemento comum aos vários movimentos insurrecionais que marcaram o período regencial (1831-1840), destaca-se
a) a oposição ao regime monárquico.
b) a defesa do regime republicano.
c) o repúdio à escravidão.
d) o confronto com o poder centralizado.
e) o boicote ao voto censitário.

Um comentário:

  1. vc poderia postar as respostas para nós sebermos no q erramos ;)

    ResponderExcluir